Planos coletivos empresariais atingem a marca histórica de 33,7 milhões de beneficiários

Juliana Temporal 4 minutos

Folder

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostraram que, em dezembro de 2021, a taxa total de empregos formais foi de 41,2 milhões. Nesse mesmo período, a quantidade de planos coletivos empresariais alcançou a marca histórica de 33,7 milhões de beneficiários, valor que representa 82% do estoque de empregos formais no mesmo período. Os dados são da análise especial da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB) nº 66, apurada pelo IESS – Instituto de Estudos de Saúde Suplementar.

De acordo com o IESS, em dezembro do ano passado, quase 7 em cada 10 beneficiários (69%) estavam em planos coletivos empresariais. O dado permite entender que um dos pilares que impactam no aumento da contratação de planos de saúde é a criação de empregos formais, o bom desempenho do mercado de trabalho e a volta da confiança por parte dos empregados e empregadores. Este número é o maior desde o ano 2000, quando teve início a série histórica disponibilizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A análise do IESS mostrou que houve crescimento contínuo entre dezembro de 2000 e dezembro de 2014. Após uma pequena retração no número de vínculos e um período de estabilidade, o indicador voltou a crescer a partir de meados de 2020 e alcançou a marca recorde no fim de 2021.

40 milhões de beneficiários de planos coletivos: 84,2% do tipo empresarial e 15,8% por adesão

Segundo os dados levantados pelo Caged e a análise disponibilizada na 66ª NAB, no acumulado de dezembro de 2020 ao mesmo mês de 2021, o Brasil teve saldo positivo de 2,7 milhões empregos formais (de 38,6 para 41,3 milhões). O número de beneficiários em planos coletivos empresariais tendeu a acompanhar o número de trabalhadores formais. No mesmo período, o número de beneficiários vinculados a planos de saúde do tipo coletivo empresarial foi de 32,1 para 33,7 milhões (+1,6 milhão ou 5,0%).

Segundo o IESS, em dezembro de 2021, 40 milhões (81,7%) de beneficiários de planos médico-hospitalares possuíam um plano coletivo. Desses, 84,2% eram do tipo coletivo empresarial e 15,8% do tipo coletivo por adesão.

Planos de saúde empresariais impactam na fidelização dos pacientes

A NAB nº 66 destacou ainda que, com o avanço da vacinação contra a Covid-19, somado ao retorno gradativo das atividades econômicas e o saldo positivo de empregos, a tendência é que o número de beneficiários de planos médico-hospitalares, sobretudo de contratações coletivas empresariais, deve crescer nos próximos meses.

Como mostrou a análise do IESS, hoje, os planos empresariais detêm um grande grupo de beneficiários. Esse quantitativo impacta diretamente na fidelização de pacientes, uma vez que é comum que as empresas troquem de planos de saúde, por aqueles que oferecem melhores condições, com frequência bem maior do que os beneficiários que adquirem planos familiares e individuais.

Serviços, comércio e indústria: setores que mais ofertam planos de saúde aos colaboradores

O IESS também enfatizou que, historicamente, os setores de serviços, comércio e indústria são os que mais costumam ofertar planos de saúde aos seus colaboradores, e são justamente esses setores que apresentaram maior saldo no mesmo período (1,2 milhão, 644 mil e 475 mil, respectivamente), seguido da construção (245 mil) e agropecuária (141 mil). Assim, pode-se entender que há o aumento da confiança neste momento de recuperação do emprego – maior confiança da continuidade do emprego e maior facilidade de recolocação caso a pessoa perca o emprego – e também maior confiança por parte do empregador (relativamente à continuidade do negócio).

O plano de saúde empresarial é um benefício muito valorizado pelos colaboradores. Vale ressaltar que contar com um plano de saúde é o terceiro maior desejo do brasileiro, atrás apenas de casa própria e educação, conforme revelou a pesquisa Vox Populi realizada, em 2021, a pedido do IESS.

Fonte: Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS)

 

Faça parte da nossa Newsletter e receba assuntos exclusivos
para impulsionar sua carreira médica.

 

 

x

Revista DOC nova edição

100% Gratuita

Faça seu download já