Nove passos para deixar os convênios e se tornar uma clínica privada

Folder

A maioria dos médicos que atua em consultórios ou clínicas privadas se questiona, em algum momento da sua carreira, sobre as vantagens e desvantagens de atender pelos convênios. Isso pode ocorrer pelo fato de muitos profissionais enfrentarem dificuldades no relacionamento com as operadoras de planos de saúde, como a pressão e cerceamento da liberdade de indicação de procedimentos, glosas e atrasos no pagamento. Além disso, os baixos honorários fazem os profissionais precisarem realizar um grande volume de consultas para fazer frente às despesas do consultório e obter uma remuneração razoável pelo seu trabalho, o que reduz a qualidade do atendimento e dificulta a fidelização do paciente. Por isso, muitos médicos têm optado por tornarem sua clínica exclusivamente privada.

Quando essa decisão é tomada, deve ser levado em consideração qual o tipo de clientela será o público-alvo. Será uma clientela com uma renda mais baixa ou uma clientela com renda maior, disposta a pagar mais por um serviço diferenciado? Essa escolha será essencial para realizar o planejamento. Além disso, alguns pontos devem ser considerados para acertar nessa escolha. Confira abaixo nove passos para deixar os convênios e se tornar uma clínica privada:

1- Fazer pesquisa de mercado

Este primeiro passo é essencial para entender qual a demanda dos pacientes da sua região, o perfil deles e as suas necessidades, além de permitir explorar os pontos fortes da sua clínica.

Pesquise também sobre os seus concorrentes, como funciona o serviço deles, o que estão trazendo de novidades, como administram as redes sociais, quais são os valores que cobram e como está a disponibilidade de suas agendas, por exemplo.

Assim, você poderá entender como seus serviços seriam aceitos pela clientela que deseja atender e, ainda, que procedimentos poderiam ser adicionados para ampliar suas oportunidades de mercado.

2- Planejar

Neste momento é importante traçar estratégias para essa migração entre atendimento por convênios e atendimento particular. Tal mudança precisa ser feita com paciência pelo profissional. Sugerimos que seja feita aos poucos: iniciar identificando quais são os convênios que têm se apresentado menos satisfatórios e aos poucos cortá-los da sua clínica. Dessa forma, seu fluxo de pacientes não será alterado tão repentinamente e você terá tempo para ir conquistando uma nova clientela.

3- Precificar seu serviço

Para definir o valor ideal da sua consulta é importante levar em consideração o investimento feito na sua formação, os anos de estudo e a constante atualização na área. Além disso, considere o preço que sua concorrência tem praticado (lembre-se de comparar serviços de categoria semelhantes ao seu) e qual público-alvo deseja atingir. Se for atender uma clientela popular, será necessário fixar seus honorários em valores mais acessíveis. Caso seja uma clientela mais exigente, o valor da consulta também deverá ser ajustado para esse público, já que demandarão investimentos maiores.

4- Adequar o ambiente ao perfil dos seus pacientes

Proporcione uma experiência personalizada ao seu público, investindo tanto na decoração quanto no treinamento da sua equipe. Independentemente do perfil que opte por atender, ofereça um ambiente agradável e confortável, mas procure também adequar o estilo da decoração ao público da sua clínica e proponha que sua equipe esteja sempre analisando o perfil dos seus pacientes para cada vez mais proporcionar um atendimento personalizado a eles.

5- Investir em network

Uma das características que mais difere entre o atendimento por convênios e o atendimento particular é a forma de divulgação. Enquanto os beneficiários de planos de saúde encontram seu serviço em guias on-line e aplicativos, a maior forma de divulgação para os pacientes particulares vai ser a indicação de outros médicos ou pessoas que já são atendidas por você.

Além disso, fazer bons contatos pode ajudar não só a ser indicado, mas também a fazer futuras parcerias. Uma ferramenta útil é o Linkedin. Nele você pode conhecer outros profissionais com interesses parecidos, que futuramente podem auxiliar no seu empreendimento.

6- Criar a autoridade da sua marca

Invista tanto na sua identidade visual quanto na projeção do seu nome. Para que os pacientes considerem vantajoso optar por uma consulta particular com você, é importante se destacar no mercado. Uma alternativa para a construção da sua marca é a utilização das redes sociais, que hoje são uma ótima forma de divulgar o seu serviço. Além de utilizá-las para fornecer os seus contatos, você pode fazer uso delas para gerar autoridade com a criação de conteúdo voltado para sua especialidade. Essa é uma boa estratégia para ganhar reconhecimento.

7- Aprimorar o atendimento

Um passo importante é investir mais na qualidade das suas consultas e no serviço prestado por sua equipe. Quando o profissional opta por oferecer atendimento particular, passa a ter maior liberdade para precificar o seu serviço. Desse modo, o retorno financeiro é mais satisfatório e dispensa a sobrecarga da agenda.  Assim, tendo maior flexibilidade com o horário, é possível prestar um atendimento personalizado, com mais excelência e cuidado, e as chances de fidelizar o paciente são muito maiores.

Um ponto que deve ser lembrado é que alguns dos clientes que optam por pagar um atendimento particular já possuem plano de saúde, mas preferem ter uma experiência distinta. Por isso, personalize o atendimento, invista na atenção ao paciente e continue sempre investindo em sua marca.

8- Atentar-se à coerência entre o digital e a realidade

Crie seu site, inscreva-se em ferramentas digitais de divulgação de serviço e trabalhe suas redes sociais, mas não se esqueça: a experiência que sua clínica deverá oferecer ao cliente deve ser condizente com o que está sendo divulgado.

9- Contratar uma assessoria de imprensa

Caso opte por um modelo de clínica mais sofisticado, é interessante investir em uma assessoria de imprensa para estreitar o relacionamento entre o seu consultório e os meios de comunicação. O assessor de imprensa, além de buscar alternativas para trazer maior visibilidade para você e sua clínica, poderá treiná-lo da maneira mais adequada para se apresentar nos meios midiáticos.

 

 

Faça parte da nossa Newsletter e receba assuntos exclusivos
para impulsionar sua carreira médica.

x

Revista DOC nova edição

100% Gratuita

Faça seu download já