Raio-X do mercado médico no Brasil

Folder

O número de especialistas vem aumentando no Brasil, de acordo com dados da Demografia Médica 2020, divulgados pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). O estudo tem o apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM). Dos mais de 470 mil profissionais em atividade no país, 61% possuem um ou mais títulos. Cabe lembrar que atualmente, o CFM e a Associação Médica Brasileira (AMB) reconhecem 55 especialidades médicas no Brasil, ressaltando que 24 dessas especialidades exigem como pré-requisito a obtenção de título ou a conclusão de residência médica em outra especialidade.

Em 2020, mais de 290 mil médicos possuíam título de especialista no Brasil, segundo o levantamento. Esse estudo revelou, ainda, que entre as 55 especialidades, quatro delas concentravam o maior número de especialistas – mais de 164 mil titulados, sendo que duas delas (Clínica Médica e Cirurgia Geral) são pré-requisitos para outras residências médicas.

Segundo o levantamento, o aumento do número de especialistas origina-se da formação de novos especialistas, da ampliação da oferta de vagas em residência médica e de melhorias na alimentação e na captação de dados implementadas pelas fontes originais (Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM, sociedades de especialidades e conselhos regionais de Medicina – CRMs).

mercado médico no Brasil

mercado médico no Brasil

A média de idade dos médicos brasileiros é de 44,6 anos. Entre os que têm título de especialistas, a média sobe para 47,3 anos.

mercado médico no Brasil

mercado médico no Brasil

 A Medicina ainda é uma profissão masculina, porém está cada vez mais feminina. Hoje, 53,4% dos médicos são homens, enquanto as mulheres são 46,6% da classe médica.

Há 60 anos, em 1960, as mulheres eram 13% dos médicos no Brasil. Em 1990, elas já eram 30,8%. Em 2015, o índice já estava em 42,5%

mercado médico no Brasil

Generalistas x especialistas

 Em uma avaliação geral, de acordo com a Demografia Médica 2020, conclui-se que no Brasil havia uma razão de 1,58 médicos especialistas (293.064) para cada generalista (184.946). É comum que um profissional tenha título em mais de uma especialidade, por isso, o número de titulados (432.579) é maior que o total de médicos especialistas (293.064). Analisando a razão de especialistas/generalistas por unidade de Federação, foi possível perceber grande contingente de especialistas no Rio Grande do Sul (RS), em Santa Catarina (SC) e no Distrito Federal (DF).mercado médico no Brasil

Formação do novo médico

mercado médico no Brasil

Em pouco tempo, foi possível notar que o número de vagas saltou de 20.522 em 2013 para 37.346 em 2019. Nesse período, houve, em média, a abertura de 2.804 vagas por ano.

Em outubro de 2020, o Brasil contava com 357 escolas médicas, oferecendo 37.823 vagas de graduação.

Residência médica

Entre as 55 especialidades reconhecidas, apenas quatro delas concentravam 23.134 (43%) dos 53.776 médicos residentes em formação no Brasil em 2019.

mercado médico no Brasilmercado médico no Brasil

Faça parte da nossa Newsletter e receba assuntos exclusivos
para impulsionar sua carreira médica.

x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download