Audiência pública discute a criação do Agosto Azul e Vermelho

Juliana Temporal 4 minutos

Folder

Uma audiência pública da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara, realizada neste mês de setembro, discutiu a criação do mês Azul e Vermelho, em agosto, para a conscientização sobre doenças cardiovasculares. O objetivo é informar à população sobre os cuidados com a saúde vascular e incentivar a prevenção e tratamento, uma vez que as doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Estima-se que 17,9 milhões de pessoas tenham morrido por essas doenças em 2016 – 31% do total de mortes do mundo. E 85% desses óbitos ocorrem por ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais. As doenças vasculares mais comuns são aneurismas de aorta abdominal; insuficiência venosa crônica, que provoca o aparecimento de varizes; trombose venosa profunda; pé diabético; doença das artérias carótidas e doença arterial obstrutiva periférica.

Apesar das altas taxas de mortalidade, as doenças são evitáveis e controláveis, com a mudança de hábitos, se diagnosticadas precocemente. Os principais são parar de fumar; manter uma atividade física regular; cuidar da alimentação, evitando excesso de sal, açúcar, farinha branca e gorduras de origem animal; manter um peso compatível com a altura; evitar a imobilização prolongada e ter acompanhamento médico.

Projeto de lei

Ao fim da audiência, o deputado Hiran Gonçalves (PP-RR), que propôs o debate, anunciou que vai formalizar projeto propondo a criação do Mês Azul e Vermelho. “No mês de agosto de cada ano, a critério dos gestores, em cooperação com a iniciativa privada, com organizações profissionais e científicas, serão realizadas campanhas de esclarecimento, exames e outras ações educativas e preventivas, visando o esclarecimento, o incentivo e a realização de exames preventivos para a manutenção da saúde vascular”, disse o deputado.

A proposta, lida pelo parlamentar, também estabelece a iluminação, em locais públicos, nas cores azul e vermelho. Depois de protocolados, os projetos de lei são distribuídos às comissões da Câmara para análise pelos deputados.

SBACV realiza a primeira campanha Agosto Azul Vermelho

No mês passado, a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV) realizou a primeira campanha Agosto Azul Vermelho e, de acordo com o seu presidente, Bruno de Lima Naves, os resultados da ação foram muito acima das expectativas. As redes sociais foram invadidas pelo símbolo da campanha (dedos em forma de V pintados de azul e vermelho) e muitos artistas, especialistas e o público em geral pintaram os dedos e postaram seu apoio. “Entre seguidores dos artistas e publicações, conseguimos atingir, em uma expectativa bem conservadora, sem contar a mídia televisiva e de rádio, um público de 40 milhões de pessoas. Se formos contar as rádios, entrevistas, jornal e televisão, este número pode dobrar”, relatou o presidente.

Bruno Naves também explicou porque a Sociedade pediu a criação do Agosto Azul e Vermelho. “São as cores que representam, em todos os livros médicos, as veias em azul e as artérias em vermelho. Nós queremos motivar as pessoas a cuidarem melhor de si mesmas, melhorar a imunidade, a autoestima, a saúde vascular, prevenir complicações decorrentes das doenças vasculares como amputações pelo pé diabético, o acidente vascular cerebral, e embolia pulmonar, aneurismas rotos, amputações por falta de circulação”, ressaltou.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Faça parte da nossa Newsletter e receba assuntos exclusivos
para impulsionar sua carreira médica.

x

Revista DOC nova edição

100% Gratuita

Faça seu download já