Os prós e contras da terceirização de faturamento médico

Julia Lins 4 minutos

Folder

Terceirização é a contratação de serviços externos que fornecem profissionais capazes de realizar determinadas atividades. Na prática, isso significa que você pode ter colaboradores em seu espaço laboral, mas que não sejam seus funcionários efetivos. Qualquer que seja o ramo da empresa tomadora de serviços, não existe vínculo de emprego entre ela e os trabalhadores contratados pelas empresas terceirizadas.

Na área da Saúde, a terceirização é uma tendência que vem crescendo ao longo dos anos, principalmente em clínicas e consultórios, devido à alta demanda de trabalho atribuída ao médico gestor. Nesse contexto, há uma série de funções que costumam ser terceirizadas, como TI e, principalmente, a contabilidade.

O faturamento é parte essencial da prática médica e, por isso, muitos se perguntam se devem ou não terceirizar esse tipo de serviço. Primeiramente, faça as seguintes perguntas:

– Meu sistema de contabilidade de pacientes é antigo e precisa ser substituído?

– Tenho problemas crônicos de credenciamento?

– Estou observando mudanças constantes nos modelos de reembolso?

– Tenho receitas líquidas fracas e baixas recuperações de caixa com base em minhas expectativas?

Se você respondeu sim para uma ou mais perguntas, provavelmente a terceirização é uma boa opção para o seu consultório. Mas é preciso avaliar outros fatores para que você possa chegar à melhor decisão. Para lhe ajudar a chegar ao veredito final, preparamos uma lista com os prós e contras da terceirização de faturamento. Confira!

Prós

  • Parceria confiável

Um dos principais pontos positivos em terceirizar o faturamento é ter um parceiro profissional de confiança. Esses profissionais podem dar uma direção clara do negócio, dicas para melhorar a receita e ter um conhecimento abrangente das questões regulatórias do governo e dos contribuintes.

  • Panorama geral da situação de seu consultório

Um serviço terceirizado de faturamento pode oferecer análises úteis que permitem ao médico ter uma visão geral do que está acontecendo com suas contas. Eles podem relatar para você como as contas a receber estão envelhecendo, se os pagadores estão se comportando mal e como os pacientes estão respondendo às mudanças no reembolso, por exemplo.

  • Habilidade para negociar

Eles também podem ajudar os médicos a negociar melhores contratos com os pagadores, se a análise revelar que o contrato atual não está funcionando para o médico.

Contras

  • Procedimentos complexos

Apesar das vantagens, o serviço de terceirização do faturamento não é indicado para todos os casos. Algumas especialidades possuem procedimentos de faturamento mais complexos que requerem revisão clínica, como cirurgiões cardiotorácicos. Nesses casos, o serviço pode ter algumas complicações ao ser terceirizado, pois você precisa ter um alto grau de conhecimento da disciplina em si.

  • Falta de controle

Outra desvantagem é que o médico perde parte do controle sobre o faturamento, visto que as pessoas que atenderão sua empresa não serão escolhidas por você. A empresa de contabilidade pode mudar o profissional destinado ao seu atendimento.

  • Sem exclusividade

O contador terceirizado não atende apenas a sua empresa. Por ter que atender outros clientes, ele não vai estar a sua disposição cem por cento do tempo. Isso pode ser um problema caso o médico precise de uma consultoria de última hora, especialmente em épocas de alta demanda pelo serviço de contabilidade, como às vésperas do prazo final de declaração do Imposto de Renda.

Como escolher uma boa empresa de terceirização?

Para lhe ajudar a selecionar um bom serviço de terceirização, separamos as dicas a seguir:

  • Experiência comprovada. O fornecedor deve ter uma reputação sólida e compreensão de suas necessidades como prática.
  • Referências sólidas. Para evitar problemas, é importante pedir recomendações para consultórios ou clínicas parceiras que já utilizam algum serviço de terceirização de faturamento. Assim, você terá evidências de que a parceria funciona para o seu tipo de modelo.
  • Transparência. O fornecedor deve prover informações claras com antecedência sobre os termos do contrato, estrutura de taxas e planos de implementação. Fique atento ao contrato proposto para que não haja custos ocultos.
  • Tecnologia atual. Verifique com o fornecedor se ele está usando a tecnologia mais atual para realizar o trabalho.

Cadastro

x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download