Comprar ou alugar um consultório: qual a melhor opção?

Conheça as vantagens e desvantagens de alugar ou comprar um espaço para abrir o seu consultório

Nayara Simões 5 minutos

Folder

Comprar ou alugar? Você conhece a melhor opção para a abertura de seu novo consultório? Esse é um grande dilema na trajetória de muitos profissionais. Isso porque, ao abrir um estabelecimento, decisões como essa farão diferença no sucesso ou insucesso do novo empreendimento. Dessa maneira, o Universo DOC separou algumas vantagens e desvantagens de cada uma das escolhas como forma de ajudar os médicos nesse momento tão especial na carreira. Acompanhe a seguir.

Vantagens e desvantagens de comprar um consultório

O principal passo a ser considerado ao optar pela compra de um espaço é o orçamento. De nada adianta comprar um bom estabelecimento sem recursos suficientes para bancá-lo e/ou preenchê-lo. Por isso, nessa fase inicial, organizar-se e avaliar a viabilidade do novo negócio é fundamental.

Uma realidade a se levar em consideração nesse momento é que, quando um médico compra o próprio imóvel, caso a compra tenha sido realizada como pessoa física, continuará sendo necessário contabilizar o aluguel pago ao proprietário. Ou seja, mesmo que o dono seja o próprio médico, há a necessidade de um registro de aluguel. Quando a compra é realizada por meio de pessoa jurídica, essa necessidade deixa de existir e os gastos passam a ser menores, visto que englobarão apenas outras questões, como manutenção do imóvel. Porém, como desvantagem, dessa forma, ele não integrará o patrimônio pessoal do profissional.

Outro aspecto muito importante, que poderá definir o futuro do consultório, é a existência de uma clientela fixa na localização escolhida. Nesse sentido, caso um profissional já tenha sua clientela conquistada, realizar a compra pode oferecer ótimas vantagens.

Um grande benefício viabilizado pela compra do consultório é a possibilidade de alugar o espaço para outro profissional da área em horários e dias disponíveis. Assim, o médico poderá reunir recursos e, em alguns casos, conseguir uma renda extra. Além disso, há a conquista de autonomia profissional, sem dependência de terceiros que possam ameaçar a continuidade do negócio ou tornar instável a permanência em determinado local.

De forma oposta, entre as principais desvantagens que envolvem a compra do consultório estão as possíveis e indesejáveis dívidas e/ou parcelas. Porém, um profissional precisa ter em mente que, com organização e planejamento, muitas dessas desvantagens deixam de existir ou podem ser evitadas.

Por outro lado, a falta de organização pode promover ou piorar os aspectos considerados desvantajosos. No caso de compra à vista, por exemplo, um dos possíveis problemas é a falta de mais recursos para a compra de ferramentas e equipamentos necessários no consultório.

Ainda, para os que desejam comprar seu próprio espaço, a espera até que todo o dinheiro esteja em mãos pode se tornar um aspecto desanimador. Caso opte por um financiamento ou empréstimo, os riscos também devem ser mensurados. Além do custo mensal que tal escolha acarretará, os juros eventuais podem representar um gasto muito acima do esperado.

Vantagens e desvantagens de alugar um consultório

Uma das maiores vantagens de se alugar um consultório é a possibilidade de mudar de local sem muitas dificuldades, caso o retorno não seja positivo na atual localidade escolhida. Quando há uma clientela fixa, as chances de que isso ocorra são bem pequenas, mas, ainda assim, pode acontecer.

Outra vantagem é a agilidade. Um aluguel pode permitir que um profissional inicie suas tarefas de forma mais rápida. Ao alugar um espaço, os gastos também tendem a ser mais bem controlados e, assim, a lucratividade pode ser vantajosa, se bem dimensionada.

Com essa escolha, também é possível juntar dinheiro ou manter quantias já alcançadas para aplicar em outras necessidades. Assim, caso o médico priorize atendimento e atualização, será mais fácil comprar equipamentos mais atuais e eficazes, capazes de aprimorar o cuidado, sem comprometer o caixa disponível ou depender de muitas parcelas.

Contudo, o aluguel também limita algumas ações. Se houver o desejo de mudar alguma característica do local, por exemplo, sempre será necessário alinhar as questões com o proprietário, e a resposta nem sempre será positiva. Ou seja, o médico não alcança autonomia completa em seu local de trabalho.

Vale lembrar que, ao comprar ou alugar um consultório, o profissional sempre deve estar atento à estrutura do ambiente desejado. Escolher um local que siga as regras de segurança, higiene e inclusão estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e demais órgãos de fiscalização é uma regra. Independentemente do preço ofertado pelo espaço, essa regra deve ser seguida.

Faça parte da nossa Newsletter e receba assuntos exclusivos
para impulsionar sua carreira médica.

x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download