Médicos no Instagram: como separar o profissional do pessoal?

Antes de iniciar a sua jornada profissional no Instagram, é preciso colocar na balança os prós e contras de se manter uma conta única, reunindo conteúdo pessoal e profissional, ou ter duas contas segmentadas

Julia Lins 4 minutos

Folder

Muitos médicos ainda têm dúvidas sobre como agir nas redes sociais, principalmente no Instagram, uma plataforma que se tornou bastante popular nos últimos anos. E uma das principais é: devo ou não manter duas contas na plataforma: uma pessoal e outra profissional?

Mas, antes de tomar essa decisão, é preciso levar em consideração os seus objetivos dentro das redes sociais. Por exemplo, se o médico perceber que não quer que as suas conexões profissionais vejam o que ele posta em sua rede privada ou vice-versa, este pode ser o momento de pensar em ter duas contas.

E para lhe ajudar a tomar essa decisão, listamos a seguir algumas questões para você avaliar se deve manter apenas um perfil pessoal ou criar um perfil profissional. Confira!

Devo manter apenas uma conta no Instagram se eu…

– Souber mostrar o lado humano de maneira pontual

É importante entender a diferença entre vida pessoal e vida íntima. Nem sempre é necessário expor detalhes aos seguidores, como o que come ou o lê, pois talvez não seja relevante para sua rede de contatos. Por isso, se você compreende qual é a melhor forma de incorporar posts da sua vida pessoal na conta profissional sem que isso confunda ou distraia o público do que realmente o interessa, ter apenas uma conta ainda pode ser a sua escolha.

– Tiver dificuldade em manter as duas contas ativas

Para quem não está acostumado a trabalhar com as redes sociais, gerenciar o conteúdo de duas páginas pode ser um desafio. Ao abrir novas contas, é preciso mantê-las ativas e com postagens de conteúdo frequentes e relevantes, senão o seu público acaba perdendo o interesse. Depois de um tempo, com mais experiência ou com um profissional para gerir a sua conta, você pode reavaliar a possibilidade de ter duas contas.

– Utilizar outras plataformas para educação do paciente

O Instagram não é a única plataforma que pode ser usada para fortalecer a relação médico-paciente. Outras plataformas como o YouTube ou um site próprio, por exemplo, também podem ser utilizadas como elemento de reforço da educação do paciente.

Por isso, se você já possui outro canal para divulgar um conteúdo sobre sua especialidade, ter apenas uma conta no Instagram pode ser suficiente. Dentro de sua conta pessoal no Instagram, você pode, inclusive, divulgar o seu outro canal para redirecionar o seu público mais interessado e que busca entender mais sobre a sua relevância no tema.

Devo criar mais uma conta se eu…

– Tenho necessidade de postar sobre qualquer assunto

O Instagram serve como uma vitrine. E, na sua vitrine, só deve ser exposto aquilo que de fato interessa ao seu público-alvo – no caso os pacientes. Então, se você quer ter uma conta em que não precisa pensar muito nas estruturas e no propósito das postagens, essa segunda conta pode funcionar. Ou seja, você pode continuar postando fotos do seu final de semana com a família ou das suas viagens com os amigos sem pensar se esse conteúdo faz parte ou não do que você oferece de valor para o seu público.

– Tenho uma clínica

Se você possui uma empresa, ou seja, uma marca, é aconselhável criar outra conta, já que não se trata mais de um profissional autônomo. Nesse caso, algumas ações podem ser feitas para adicionar valor a sua marca, como: aparecer nos stories do Instagram, gravar vídeos para sua empresa, mostrar um pouco dos bastidores, fotografias da recepção e dos consultórios etc.

– Quero ter mais ferramentas de controle de conteúdo

Abrir uma conta profissional no Instagram lhe dará acesso a novas opções, como os seguintes botões clicáveis: telefone, endereço e e-mail, sendo uma forma rápida e simples da audiência entrar em contato com você. Além disso, o Instagram oferece estatísticas reais do perfil, trazendo informações como a quantidade de pessoas que visitaram seu perfil naquela semana, quantas impressões cada publicação teve e até mesmo a faixa etária média de seus seguidores.

Compartilhe
x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download