O futuro chegou: as Tecnologias de Informação na Saúde

Nayara Simões 3 minutos

Folder

Assim como nos mais diversos setores da sociedade, a utilização das Tecnologias de Informação (TI) gera reflexos importantes na área da Saúde, sobretudo no que diz respeito à qualidade do atendimento ao cidadão, à eficiência na gestão dos estabelecimentos de saúde e ao uso inteligente das informações disponíveis. Por isso, hoje são inúmeras as possibilidades, os recursos e os benefícios que a informática pode trazer para esse setor, especialmente para os médicos.

No Brasil, esse público já percebe as facilidades trazidas pelos sistemas de informação à gestão hospitalar ou de clínicas e consultórios. Com o objetivo de mostrar ainda mais benefícios dessa nova prática, preparamos um conteúdo especial sobre as possibilidades das tecnologias de informação na Saúde. Confira!

Prontuário eletrônico do paciente

Essa é a principal ferramenta de TI e, em 2017, 81% dos estabelecimentos de saúde do Brasil possuíam esse recurso. O Conselho Federal de Medicina (CFM) o define como “o documento único constituído de um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada, de caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo”.

Registro eletrônico de saúde

O Prontuário Eletrônico do Paciente, antes de uso exclusivo e interno da instituição de saúde, evoluiu para o conceito de um Registro Eletrônico de Saúde (RES). Esse documento possui em seu núcleo conceitual o compartilhamento de informações sobre a saúde de um ou mais indivíduos dentro de uma região (município, estado ou país) ou, ainda, entre um grupo de hospitais.

Certificação digital

Certificado digital é um arquivo de computador que identifica uma pessoa física ou jurídica no mundo digital. Segundo o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), o “certificado digital é um documento eletrônico que contém o nome, um número público exclusivo denominado ‘chave pública’ e muitos outros dados que mostram quem somos para as pessoas e para os sistemas de informação”. A chave pública serve para validar uma assinatura realizada em documentos eletrônicos.

Business intelligence

No Brasil, particularmente no setor da Saúde, os hospitais tendem a ter muitos sistemas, mas que não são integrados. Entre as Tecnologias de Informação, o business intelligence é uma ferramenta voltada à consolidação de informações que permite novas visões sobre o negócio. Na Saúde, a solução possibilita, por exemplo, monitorar o desempenho de profissionais e unidades hospitalares, analisar a qualidade de atendimentos e de exames, tudo ao mesmo tempo e por meio de uma só ferramenta.

Telemedicina

Essa tecnologia representa qualquer tipo de aplicação da área médica que utiliza uma infraestrutura de telecomunicação para a transmissão de dados. As informações são utilizadas basicamente para medidas assistencialistas e preventivas, que vão desde um simples esclarecimento de dúvidas pelo telefone até o atendimento médico em um local com poucos recursos, em que a segunda opinião de um especialista por videoconferência representa um diferencial. A Telemedicina tem sido muito utilizada em tempos de pandemia de Covid-19.

Compartilhe
x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download