MBA em gestão em Saúde: o que é e quando fazer?

Você já pensou em investir em um MBA? Apesar da relevância da educação continuada na vida profissional, alguns médicos ainda têm dúvidas se devem ou não investir nesse tipo de especialização

Folder

Ao finalizar a faculdade, muitos estudantes de Medicina se perguntam: devo fazer MBA? Esta modalidade de estudo é uma especialização amplamente procurada e projetada para profissionais que desejam expandir seus conhecimentos em gestão de saúde. Porém, além do MBA, existes diversas formas de educação continuada.

Qual a diferença entre MBA e pós-graduação?

No Brasil, os cursos de pós-graduação são divididos em duas áreas: cursos de stricto sensu e cursos de lato sensu.

Os cursos de stricto sensu são os programas que oferecem diploma de titulação após a defesa de uma pesquisa em banca pública, como mestrado e doutorado. Em geral, esses cursos são voltados para quem deseja seguir na área acadêmica, seja como pesquisador ou professor universitário.

A outra área é chamada de lato sensu e inclui cursos de pós-graduação que, no geral, estão voltados para necessidades do mercado, e não precisam ter uma autorização prévia do MEC, apenas atender a Resolução CNE/CES nº 1. Dentre esses cursos de pós-graduação de lato sensu, estão os MBAs.

A principal diferença entre MBA e pós-graduação é que os cursos de pós-graduação abrangem qualquer área do lato sensu, enquanto o MBA abrange cursos de pós-graduação lato sensu focados na área de administração e gestão. Ou seja, é mais específico e focado em futuros gestores, seja em hospitais ou consultórios.

Esta é a definição do próprio MEC sobre os MBAs: “Os cursos designados como MBA – Master Business Administration ou equivalentes nada mais são do que cursos de especialização em nível de pós-graduação na área de administração”.

Como é o processo de seleção para o MBA?

O processo seletivo para o MBA pode variar de acordo com cada instituição, e a melhor forma de obter informações precisas é consultar diretamente no site do curso que você deseja realizar, dentro do portal da universidade escolhida.

Entre os requisitos que as universidades costumam cobrar dos candidatos, destacam-se:

  • Tempo de experiência
  • Disponibilidade para estudo fora do horário de aula
  • Experiência como gerente

É bastante comum, também, que o currículo passe por uma análise. Além disso, é possível que os recrutadores das instituições de ensino façam uma entrevista com os finalistas, caso haja poucas vagas no curso em questão.

Para consultar as instituições de ensino superior credenciadas, clique aqui.

Mas afinal, quais são os principais benefícios ao optar por um MBA em gestão?

  • Desenvolvimento e aprimoramento de novas habilidades gerenciais

O MBA em gestão oferece a oportunidade de entrar em contato com temas que geralmente não são abordados na graduação, como finanças, gestão e negociação. Esses conhecimentos permitem que o médico se torne apto para assumir uma posição de liderança no hospital ou clínica em que atua ou até mesmo para abrir o seu próprio negócio.

  • Habilidades de comunicação avançadas

Médicos gestores devem ser capazes de se comunicar com eficácia para realizar seu trabalho. Eles precisam ver as coisas de várias perspectivas, incluindo clientes, funcionários e investidores, para que possam apresentar as informações de uma forma que seja relevante e persuasiva. Mesmo que o seu negócio tenha funcionários de comunicações dedicados, os gerentes ainda precisam saber como lidar com consultas, estabelecer redes profissionais e fornecer instruções com clareza, e o MBA pode lhe ajudar nisso.

  • Ampliar a rede de contatos

Uma das maiores vantagens do MBA é a possibilidade de aumentar sua rede de contatos durante as aulas, tornando-se uma alternativa para ampliar o networking. Conviver com profissionais que atuam na mesma área e que possuem os mesmos interesses que os seus, pode ser uma excelente oportunidade de trocar experiências e obter dicas para a prática profissional.

  • Aumento da remuneração

Outro ponto benéfico de realizar uma especialização é a possibilidade de elevar a remuneração. Um profissional com mais conhecimento e bagagem acadêmica, certamente, é mais valorizado pelo mercado, que carece de especialistas. Muitos recrutadores buscam aptidões diferenciadas nos candidatos, por isso, ao obter um diploma de MBA em gestão, seu currículo poderá ser visto com outros olhos pelas equipes de RH.

Já pensou em EaD?

A modalidade de educação a distância (EaD) é uma realidade cada vez presente nas instituições de ensino. E ganhou ainda mais importância ao longo de 2020 devido à pandemia de covid-19, já que se tornou uma alternativa bastante viável nesse contexto de distanciamento social.

Hoje, grandes faculdades e instituições de ensino já oferecem cursos de MBA em formato EaD e o médico pode se beneficiar disso. Adequar sua agenda médica, muitas vezes bastante corrida, com a facilidade de acesso do EaD pode ser a melhor solução para o profissional que deseja realizar o MBA.

Na balança…

Ao optar por fazer um MBA, o médico precisa pôr na balança o momento exato de realizá-lo, pois pode impactar no planejamento de vida e de carreira do profissional.

Por exemplo, ao fazer a especialização, o médico prolonga o seu tempo de estudos, e consequentemente, precisa reduzir a sua carga de trabalho. Isso pode significar colocar suas escolhas de vida em espera durante esse período. Esse tempo, no entanto, pode custar-lhe uma experiência que pode ser benéfica na hora de procurar novas oportunidades.

Em suma, o MBA é indicado para todos para médicos que apreciam os desafios intelectuais da administração das finanças e dos negócios. Por isso, o importante é perguntar a si mesmo quais são seus principais objetivos na carreira e que tipo de função você gostaria de executar.

Compartilhe