Apresentação on-line: seja um comunicador seguro e assertivo

Shana Wajntraub 6 minutos

Folder

Uma apresentação on-line bem feita é uma experiência memorável para os participantes! Por isso é tão importante elaborar um script, definir os temas, a ordem em que serão abordados, organizar o ambiente e de você, apresentador, usar as técnicas de comunicação de impacto!

Fazer uma apresentação on-line requer muito planejamento. Ter um roteiro prévio permite organizar melhor o tempo da apresentação, deixando o seu vídeo mais dinâmico, e você será capaz de entregar um conteúdo de qualidade com mais segurança.

Antes de escrever um roteiro, entretanto, é importante saber o que espera alcançar com o conteúdo. Traçar os objetivos do seminário on-line ajuda a estruturar todos os próximos passos. Dessa forma, é importante ter bem claro quem é o seu público e entender o que ele espera de você. Ele precisa se identificar com a mensagem.

Como todos os outros formatos de conteúdo, a comunicação on-line precisa ser objetiva e agradável. Vou compartilhar 10 estratégias essenciais para o sucesso da sua apresentação on-line:

1- Roteiro: como podemos elaborá-lo?

Antes de elaborar o roteiro, lembre-se de ser assertivo e realizar um bom diagnóstico. Sendo assim, responda a estas perguntas-chave: Quem são as pessoas? Qual é o nível de informação delas? O que esperam? Qual é o objetivo principal da minha apresentação on-line? Qual é o contexto? Quanto tempo eu tenho?

Na sequência, você elabora o roteiro: como será sua saudação? Como você introduzirá o conteúdo para sua audiência? Como será a introdução do tema? É importante, aqui, colocar uma isca, que chamamos de Linha Mestra. Ela deve prender a atenção do outro. Quais “gatilhos” você usará, nos momentos certos, para interagir com o público? As mensagens que você, definitivamente, não pode esquecer de passar? E como você irá concluir, bem como a Call To Action?

2- Faça testes

Se você não tem muitas habilidades com a câmera, é tímido ou tem receio de que seu webinar não saia tão bem assim, treine. E treine muito!

Ligue a webcam do seu computador ou a câmera do celular e fale como se estivesse apresentando o seminário. Vale até falar na frente do espelho! Só não vale ler o roteiro, ok? Durante o vídeo ao vivo, a sua fala deve soar o mais natural possível – por isso, o assunto deve estar na ponta da língua. E, claro, avise todos ao redor que você vai entrar ao vivo. Desligue celular e notificações. Feche os programas desnecessários para liberar memória no computador e verifique sua conexão com a internet previamente.

3- Organização do ambiente

Preste atenção no fundo e no enquadramento da transmissão. Procure organizar a sala onde vai apresentar o evento e garantir que todos os elementos necessários estejam em mãos. Deixe o fundo mais amplo, se possível, com sensação de profundidade.

4- Iluminação

Utilize uma fonte de luz em direção ao seu rosto, mas evite o excesso.

5- Sua imagem

Coloque uma roupa apropriada. Opte por roupas mais discretas ou de cores mais neutras. Evite usar brilho.

6- Som e áudio

Opte por fones de ouvido ou headsets para entrada e saída do áudio. Sabe por quê? O áudio do computador como microfone pode captar interferências externas, além de sons vindos do próprio computador.

7- Antecedência

Entre na sala com pelo menos 20 minutos de antecedência para testar e se habituar com a ferramenta.

8- Na hora marcada, inicie!

Olhe para a câmera como se estivesse conversando diretamente com os espectadores. Esse é um ponto crucial, pois aqui criamos conexão com o outro. Quando for pensar no que falar, evite olhar para cima. Continue olhando para câmera. E, se você tiver dificuldades de fixar na câmera, uma estratégia possível é colar fotos de pessoas próximas à câmera, para lembrar que as pessoas estão do outro lado – é por esse olhar que se faz a maior parte da interação com o público.

9- Você conhece os elementos da comunicação de alto impacto?

Uma comunicação de impacto é até mais importante nos eventos digitais, pois são recursos para manter a conexão com o público.

A linguagem corporal é observada e pode ser capaz de comunicar mais do que a voz. Por isso, esteja com o corpo ereto, de cabeça erguida. É importante que a câmera esteja na mesma altura dos seus olhos.

O modo de gesticulação é muito importante. Palestrantes experientes estão sempre com as mãos abertas; dessa forma, passam uma sensação de leveza. Acenar com a cabeça positivamente é um dos gestos de reforço mais eficazes que existem. Ter amplitude e velocidade nos movimentos com os braços é vital no momento de se expressar.

O uso das mãos deve ser treinado, pois, na maior parte dos casos, não estamos habituados em usá-las na frente do computador. Você pode utilizá-las tanto para mostrar momentos de quantificação (na vertical) quanto de sequência de ideias (na horizontal).

Outro ponto é a expressão facial. Treine suas expressões faciais no espelho. Utilize as sobrancelhas, transmita pelo olhar o “gosto” ou a “paixão” pelo que está falando.

Quanto ao volume da sua voz, pense em um rádio! Se ficar alto, é desagradável; se ficar baixo, também. O ideal, portanto, é alternar o volume sem perder a energia e dando ênfase aos pontos mais importantes.

O próximo recurso é a pausa de dois a três segundos entre argumentos. A pausa é tão sagrada quanto os intervalos entre as notas musicais que compõem uma melodia. Proporciona harmonia, clareza e movimento no discurso e, principalmente, ela te ajuda a evitar os vícios de linguagem.

Lembre-se de criar sintonia com o seu público! Demonstre vulnerabilidade, alguma dificuldade real superada. Utilize o storytelling, que é a capacidade de contar histórias de maneira relevante, conforme o seu objetivo e os interesses do público.

10- E, por último, mantenha a calma

Você é um canal de comunicação. Sim, parece simples, mas é fundamental manter a calma e seguir o que foi programado. Apresente os slides com clareza e naturalidade. Não deixe que nada interfira na sua capacidade de comunicação nem modifique a sua postura, fala e tom de voz.

Muito sucesso!

Quer mais dicas sobre o assunto? Assista ao vídeo Shana Wajntraub clicando aqui.

Compartilhe