Especial Dia do Psiquiatra: veja panorama da especialidade

Folder

No passado, os portadores de doenças mentais viviam de forma excluída na sociedade por serem considerados incapazes de exercer seus direitos e deveres. Posteriormente, essa situação se modificou, graças ao trabalho incansável dos psiquiatras contra o estigma e a favor do progresso dos recursos diagnósticos e das abordagens terapêuticas da especialidade. No Brasil, como forma de agregar os profissionais da área, em 13 de agosto de 1966, foi criada a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), no Rio de Janeiro.

Hoje, o número de pessoas com transtornos mentais aumenta no mundo inteiro. De acordo com uma estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão afeta 300 milhões de pessoas; o transtorno afetivo bipolar, 60 milhões; a esquizofrenia, 23 milhões; e a demência, cerca de 50 milhões de indivíduos. Essa realidade aplica grande impacto no dia a dia da Psiquiatria, que precisa se adaptar a esse cenário e passa por um momento de grande demanda na área.

Para comemorar o Dia do Psiquiatra, confira, a seguir, o panorama sobre a especialidade.

A Psiquiatria representa 2,7% dos médicos brasileiros e, de acordo com a Demografia Médica 2018, corresponde a 4,1% das vagas ocupadas de residência médica

 

Compartilhe