Os 7 pecados do marketing em um serviço médico

Alice Selles 2 minutos

Folder

Todos nós, com maior ou menor frequência, cometemos nossos “pecados” ao fazer marketing. O problema é que pequenos deslizes, que muitas vezes passam desapercebidos, são capazes de corroer virtudes no marketing de um serviço de saúde. Dessa forma, elenquei o que chamei de 7 pecados. Vamos conferir:

1- Errar na percepção das expectativas dos pacientes

Se não consegue identificar o que motiva os pacientes a se fidelizar, corre o risco de se focar em pontos poucos relevantes para o grupo que deseja atender.

2- Focar de forma insuficiente nos relacionamentos

Não se deve direcionar mais esforços na captação de novos pacientes do que no relacionamento com aqueles que já escolheram a clínica ou negligenciar as indicações de outros médicos.

3- Não ter um processo para lidar com problemas de atendimento

É importante estabelecer condutas para enfrentar as dificuldades. Portanto, estabelecer condutas padronizadas para lidar com pacientes irritados diminui o potencial de catástrofe embutido em um pequeno desentendimento.

4- Não planejar as evidências físicas

O julgamento do paciente quanto ao serviço começa quando ele busca informações seja na internet, seja no telefone. Então, tudo aquilo que o ajuda a formar uma imagem mental do serviço pode ser considerado como uma evidência.

5- Deficiências nas políticas de recursos humanos

Em grande parte dos serviços médicos seleciona-se uma nova atendente para “apagar um incêndio” ocasionado pela saída de outra, tudo muito rápido. Dessa forma, esquece-se de que essa funcionária fará a recepção dos pacientes.

6- Não envolver os pacientes na condução do tratamento

O paciente precisa saber o que deve e como fazer. Sem que se invista na comunicação, isso pode não ocorrer. logo, grande parte das insatisfações é fruto de expectativas equivocadas, muitas vezes sustentadas por promessas levianas feitas por membros da equipe.

7- Fazer promessas excessivas

Este é o último dos 7 pecados. Promessas podem gerar uma expectativa dissociada da realidade, e fatalmente comprometem a imagem da clínica quando não são cumpridas. Coerência é a palavra de ordem aqui.

Portanto, se você quer parar com a vida de pecados no marketing de sua clínica, repense os pequenos vícios que estão corroendo a virtude de seu serviço.

Compartilhe